Médico do CREMERS é assassinado em Porto Alegre.

Em menos de um ano dois médicos que exerciam cargos de liderança classista e que moravam em Novo Hamburgo foram assassinados. Estranha coincidência? O assunto está a cobrar investigações mais sérias das autoridades ou, até mesmo, a intervenção da Polícia Federal. O Conselho Regional de Medicina é uma autarquia pública federal.


O jornal ZERO HORA, de Porto Alegre, na página http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a2320714.xml anuncia o assassinato do Dr. Marco Antonio Becker, Presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul, na chapa recém eleita. Abaixo nota do site VideVersum, de POA, sobre os planos de Becker à frente do Conselho. Recentemente o FAX SINDICAL anunciou o assassinato do Presidente do Sindicato dos Médicos de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, o que pode ser conferido na página http://faxsindical.wordpress.com/2008/07/29/assassinato-do-presidente-do-sindicato-dos-medicos-de-novo-hamburgo-aguarda-esclarecimento/ . O Dr. Becker, médico oftalmologista, foi sepultado em Novo Hamburgo, onde também residia. Não temos notícias que confirmem a identificação e acusação dos assassinos de Gilvan Roberto Fontoura, ex-presidente do Sindicato dos Médicos de Novo Hamburgo. Agora, outro colega em atividade profissional naquela cidade e que ocupava uma posição de liderança na categoria, também cai assassinado.


Confira a notícia do ZERO HORA sobre o assassinato de Becker:

Polícia | 05/12/2008 | 20h36min

Marco Antonio Becker é enterrado em Novo Hamburgo

Polícia fará buscas na casa da vítima

Foi sepultado por volta das 19h15min desta sexta-feira, em Novo Hamburgo, o médico Marco Antonio Becker. Mais de cem pessoas acompanharam a cerimônia no Cemitério Católico de Lomba Grande, na zona rural da cidade, onde nasceu e tinha suas raízes.

Becker foi assassinado por volta das 22h30min de ontem na Rua Ramiro Barcelos, em Porto Alegre. Ele foi baleado dentro de seu carro, um automóvel Gol branco ano 1988, depois de ser abordado por dois homens em uma moto.

Ainda nesta sexta-feira, a polícia faz buscas no apartamento do médico, em Novo Hamburgo, atrás de pistas sobre sua morte. Também estão sendo analisadas as imagens de três câmeras privadas de segurança instaladas próximo ao local do crime.

Até esta tarde, pelo menos oito testemunhas foram ouvidas – duas presenciaram os tiros, e as outras tinham relações pessoais ou profissionais com a vítima. As informações dos que viram os criminosos, contudo, não foram suficientes para a produção de retratos falados.

Segundo diretor do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), delegado Ranolfo Vieira Junior, ainda não há suspeitos. A hipótese mais forte segue sendo de execução, ainda que a polícia não tenha descartado a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte).

- Ele (Becker) era um cara aguerrido nas suas idéias e, por isso, tinha muitos desafetos – disse Ranolfo em entrevista coletiva no Palácio da Polícia.

De acordo com a perícia, o médico levou cinco tiros. Três atingiram diretamente o tórax. Um atravessou o braço esquerdo e também chegou ao tórax. O quinto parou em um papel que estava no bolso da camisa da vítima – a bala pode ter perdido força ao atravessar o vidro ou a munição podia ser velha.

No site VIDE VERSUS, matéria fala sobre os planos de Becker à frente do Conselho Regional de Medicina. Confira em http://www.videversus.com.br/asp/imprimir.asp?SECAO=66&SUBSECAO=0&EDITORIA=8878 ou na transcrição abaixo:

Porto Alegre, sábado, 06 de dezembro de 2008 – 14h06min


Marco Antonio Becker, o mago do Cremers, vai passar o bastão

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul tem tudo para entrar agora em uma nova era de pacificação entre os médicos, após a eleição que deu a vitória para a chapa do atual presidente, Marco Antonio Becker. Ele vai dividir a presidência nos próximos cinco anos com companheiros de chapa, o que será definido nos próximos dias. Entretanto, já avisou para seus colegas que quer passar o bastão do comando para outro neste começo de novo mandato. O mandato desta eleição de agora se estenderá até 2013. A eleição foi disputada por três chapas e votaram 11.990 médicos. A chapa de Marco Antonio Becker (a de número 2) obteve 1946 votos, um total de 647 votos a mais do que a segunda colocada, a chapa 3, de oposição, que ficou com 1.306 votos. Marco Antonio Becker alcançou o respeito da sua categoria especialmente porque o Rio Grande do Sul é o único Estado onde não se verificou a proliferação vergonhosa de novas escolas de medicina, como na grande maioria dos outros Estados no Brasil. Ele também exerceu vigorosamente a existência de boas condições de trabalho para os médicos e seus pacientes, e não hesitou em determinar a interdição de UTIs de hospitais que não apresentavam condições de funcionamento. Daí o reconhecimento que acabou colhendo na sua eleição.

Technorati : , , , , , ,
Del.icio.us : , , , , , ,

About these ads
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 875 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: