Assembléia Legislativa reage à falta de assistência a portadores de doenças mentais em Rondônia.

Um dos pontos críticos dos dífíceis momentos pelos quais passa a assistência pública à Saúde do povo brasileiro, tem sido a área de
Saúde Mental. Embora abrigue um dos principais problemas de saúde
pública, a dependência química, em franca expansão, a área não tem sido
atendida com a devida atenção por muitos gestores públicos. A
Coordenadoria do Ministério da Saúde, encarregada da área, é ocupada
por um profissional que se perpetua no poder e mantém uma postura
ideologizada, com idéias urdidas em passado distante, sem constatar
toda o progresso que a Ciência agregou a esta área.
A reação da sociedade civil e de líderes políticos não se faz por
esperar. Em Rondônia o Deputado Professor Dantas, do PT, levou à
Assembléia Legislativa do Estado a proposição de se criar um hospital
psiquiátrico estadual, diante da indigência de cuidados sob as quais
vivem os portadores de transtornos mentais naquele estado.
Leia a matéria publicada no jornal “Alto Madeira”, de Rondônia.

Deputado propõe a criação de Hospital de
Psiquiatria em Rondônia


*De acordo com o parlamentar, houve um crescimento
considerável na população de pessoas com distúrbios
mentais*

Veículo: Alto Madeira
Seção: Home
Data: 24/03/2009
Estado: RO
Ao destacar os inúmeros casos de doença mental e a
> carência de estrutura médica para atender de forma
> adequada estes pacientes, o deputado Professor Dantas (PT)
> vai apresentar na Assembléia Legislativa de Rondônia,
> projeto de lei criando na estrutura da Secretaria Estadual
> de Saúde, o Hospital de Psiquiatria.
> >
> > De acordo com o deputado Professor Dantas, houve um
> crescimento considerável na população de pessoas com
> distúrbios mentais, e que atualmente as pessoas portadoras
> de distúrbios mentais vivem jogadas pelas ruas, mendigando,
> em condições desumanas, colocando em risco as suas
> integridades físicas e, por vezes, também a integridade de
> terceiros. Ele destacou que o Estado deve efetivamente
> acolher estes pacientes, proporcionando um ambiente adequado
> ao tratamento destas, com atenção especializada e
> humanizada.
> > Segundo o deputado o Hospital de Psiquiatria deve
> garantir maior dignidade e respeito, pois só desta forma se
> garantirá a recuperação destes pacientes, mas para isto,
> observou, “é preciso que o Governo garanta ambientes
> acolhedores, adequados, espaçosos, seguros e
> terapêuticos”.
> >
> > Ainda segundo o parlamentar petista, o tratamento
> psiquiátrico é o alicerce fundamental da inclusão social.
> “Pode-se afirmar que não existe inclusão social sem o
> competente tratamento médico. Assim, os profissionais da
> Psiquiatria Hospitalar devem ser reconhecidos como
> imprescindíveis autores de inserção social, porque tratam
> e reintegram à sociedade aqueles que se encontravam
> excluídos pelas mais graves conseqüências da doença
> mental”, justificou.
Ao concluir, o deputado Professor Dantas declarou ser
preciso que o Governo adote uma política oficial de saúde
mental efetivamente comprometida com o resgate destas
pessoas, e não limitando que estes pacientes sejam alojados em enfermarias sem o adequado acompanhamento e a garantia constitucional de um estabelecimento especializado.
Categorias do Technorati , , , , , , , ,

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: