Juiz de Fora: o golpe da redução da carga horária.

URGENTE!
FAX SINDICAL 324 – 14/01/2011

——————————————————————

Terça-feira, 14 de janeiro de 2011

——————————————————————

<<<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>>>>

Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata-MG

<<<<<<<<<<<<>>>>>>>>>>>>

ALERTA SINDICAL URGENTE!

Sindicato dos Médicos alerta a toda classe médica e aos médicos municipais, em particular, contra mais uma iniciativa autoritária da Prefeitura contra a categoria. O risco de imposição unilateral de uma alteração contratual.

Usando como pretexto a implantação da vigilância eletrônica nas unidades de saúde para vigiar os funcionários, sob a forma de ponto biométrico e outras medidas, a atual administração do Prefeito Custódio de Matos anda fazendo divulgar que dará, como compensação à implantação dessas medidas, uma redução de carga horária. Dizem que, em algumas unidades de saúde até se organizam listas de aceitação a essa medida.

O Sindicato esclarece:

1 – Essa medida não é proposta pelo Sindicato dos Médicos.

2 – O empregador Prefeitura de Juiz de Fora não enviou ao órgão oficial de representação classista dos médicos, o Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata, qualquer proposta escrita e assinada definindo alteração contratual. Sem isso o Sindicato não poderá convocar Assembléia para decidir sobre o assunto.

3 – Sem aprovação em Assembléia o Sindicato não estará autorizado a aceitar qualquer alteração contratual trabalhista ou administrativa e a diretoria poderá tomar todas as medidas cabíveis contra esse tipo de decisão unilateral, em defesa dos interesses maiores de toda a categoria médica, do SUS e dos direitos sociais dos profissionais.

4 – Existe ação tramitando na Justiça, por perdas salariais sofridas pelos médicos diante da ignorância da Prefeitura de Juiz de Fora quanto à carga horária especial da categoria. Tal redução de carga horária poderia afetar o curso da ação de forma negativa para os médicos e dificultar a realização da Justiça contra tantos prejuízos que nos infringiram ao longo do tempo.

5 – Essa proposta da Prefeitura mantêm os salários dos médicos municipais nos patamares desprezíveis em que estão atualmente, nela não está inserida qualquer idéia plano de carreira para a categoria e não supõe nenhuma melhoria nas deterioradas condições de atendimento à população de Juiz de Fora.

Os interesses trabalhistas da categoria profissional dos médicos tem a sua representação classista legal, legítima e oficial, que é o Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora. Para dignificar e emancipar o seu trabalho, cada profissional da Medicina deve apostar no fortalecimento de sua organização do trabalho. Por mais que a atual administração municipal tente enfraquecer a organização do trabalho médico ou mostre ignorância, ela persistirá. Nunca o Sindicato foi tão forte frente à Prefeitura. A mobilização e unidade de todos é necessária porque estamos próximos da campanha salarial de 2011, que se prenuncia dura e difícil.

Solicitamos a todos que divulguem essa mensagem e não se deixem enganar por um patrão que não cumpre acordos e tem sido mesquinho no trato com os médicos que trabalham para a PJF.

……………………………………………………………..

FAX SINDICAL NO TWITTER
……………………………………………………………..

Fax Sindical no Twitter – confira diretamente em http://www.twitter.com/faxsindical .
Clique no link entre parênteses (ou copie e cole no seu navegador) para conferir a notícia.

………………………………………………………………

Comente ou deixe um trackback: URL do Trackback.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: