Terceirizações na Saúde geram gastos muito elevados

[Fax Sindical – Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata – 19.abril.2013 – 11 horas]

Atenção Médicos da Prefeitura de Juiz de Fora – Campanha Salarial 2013 – Em defesa da dignidade profissional – por salário decente – trabalho decente – atendimento decente

ATOS PARA O DIA 25 de ABRIL

11:00 – Na Sociedade de Medicina – Ato de protesto contra intransigência das operadoras de planos de saúde e contra precarização (de salários, direitos e condições de trabalho) no SUS de Juiz de Fora

17:30 – Na Câmara Municipal – Tribuna Livre – O Presidente do Sindicato dos Médicos, Dr. Gilson Salomão vai fazer exposição sobre a atual situação trabalhista dos médicos da Prefeitura

Faça sua parte nessa campanha salarial: participe, convide colegas de trabalho e amigos. Divulgue. Nessa campanha quem pode ganhar é você, a sua classe e o povo de Juiz de Fora.

Leia mais: veja como escorre pelo ralo o dinheiro da saúde. Na matéria abaixo.

Saúde pública: os mistérios da privataria

Ninguém sabe responder por onde escorre tanto dinheiro público da saúde gasto com organizações sociais sem fins lucrativos e que podem contratar sem concurso, comprar sem licitar e agir como se vivêssemos em terra sem lei

NÚMEROS DA PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE: COM OSs, PREFEITURA DO RIO GASTA PROPORCIONALMENTE MAIS DE 10 VEZES QUE COM UNIDADES DE SAÚDE DE GESTÃO PÚBLICA!

1. Em 2012 em Atenção Básica + Assistência Hospitalar e Ambulatorial a Prefeitura do Rio gastou 3 bilhões 487 milhões segundo o Diário Oficial. Com as OSs –ongs/oscips- gastou 1 bilhão e 54 milhões de reais- incluídos neste total. Portanto com os hospitais, postos de saúde, policlínicas, maternidades, que a prefeitura do Rio administra diretamente gastou 2 bilhões 433 milhões de reais.

2. No jornal Valor,(10), o prefeito do Rio informou que as OSs administram 5 hospitais,( os menores), 15 UPAs e 70 clínicas da família,( mini-postos de saúde com 3 especialidades apenas,( pediatria, clinica Geral e obstetrícia), ( os postos de saúde tem essas e mais 9 especialidades).

3. O DataSus do Ministério da Saúde informa que a Prefeitura do Rio dispõe 308 unidades de saúde. São 12 Hospitais Gerais. São 17 Hospitais Especializados. São 135 Centros de Saúde/Unidades Básicas de Saúde/Postos de Saúde. São 24 Centros de Atenção Psicosocial. 12 unidades de Pronto Atendimento. 12 unidades diretamente operadas pela secretaria de saúde. São 11 Clínicas Especializadas/Ambulatório Especializados. 11 Prontos Socorro Geral. São 9 Policlínicas. São 3 Unidades de Vigilância em Saúde. São 2 Centrais de Regulação de Serviços de Saúde. Obs. Hospitais Gerais e Especializados incluem Grandes Maternidades.

4. Por aqueles 5 pequenos hospitais, 15 UPAS,(postos de saúde), e 70 mini-postos de saúde, as OSs receberão em 2012 1 bilhão e 54 milhões de reais.

5. Por 24 grandes e médio hospitais e 132 Postos de Saúde, etc….,que administra, a Prefeitura do Rio gastou 2 bilhões e 433 milhões de reais. Ou seja por unidades que equivalem a mais de 20 vezes,( sem incluir o fator complexidade, cirurgias, emergências), o volume das OSs a prefeitura do Rio gastou 2,3 vezes mais que gastou com as OSs.

6. São esses os absurdos números da Privatização da Saúde Pública do Rio.

Enviado do meu BlackBerry®

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: