Médicos de Juiz de Fora mantém paralisação de protesto dia 31 de julho

O Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora avisa – a paralisação de protesto vai continuar no dia 31 de julho. Hoje (30 de julho) houve paralisação e ato público, com adesão expressiva. Mas a nossa luta vai continuar.

FAX SINDICAL * 30 de julho de 2013 * Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata MG

Dia 31 – médicos da atenção primaria e da atenção secundária. Não compareçam ao trabalho. Serviços de urgência serão mantidos para atender urgências e emergências.

MÉDICOS TEM RAZÕES DE SOBRA PARA PROTESTAR

Não é só pela imposição da bolsa “Mais Médicos” ou pelo veto presidencial à Regulamentação da Medicina no Brasil (“ato médico). A maioria dos médicos brasileiros que atua no sistema público de saúde tem sido testemunha de absurdos e imensas dificuldades para exercer seu trabalho com dignidade.

A AMB convida os médicos brasileiros a soltar a voz. O objetivo é tornar, cada vez mais evidente, a falta de meios que os médicos brasileiros encontram para atuar. Gestões deficientes, financiamento insuficiente (3,5% do PIB), sucateamento generalizado, corrupção, precariedade, assédio moral e mais toda uma lista de problemas que causa má qualidade dos serviços públicos de saúde. Esse fato não é constatado apenas por quem trabalha no sistema público, mas também pela opinião pública. As pesquisas mais recentes sempre mostram que a gestão do serviço é reprovada por índices superiores a dois terços dos brasileiros.

Mais MEIOS para a Saúde

A AMB quer mostrar a real situação de trabalho do profissional da medicina no país. Solicitamos ao Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora e Zona da Mata que abrace essa campanha!

Convocamos os profissionais, testemunhas das dificuldades estruturais nos locais de atendimento e que têm a assistência prejudicada pela falta de insumos e convivem com improvisos, superlotação, a relatarem os problemas da saúde pública brasileira por meio de VÍDEO.

Aos profissionais que já estiveram em áreas com carência de médicos, pedimos para que expliquem o que realmente está por trás – atrasos no pagamento, dependência da prefeitura, etc – das vagas não preenchidas com salários altos, utilizadas muitas vezes como argumento para justificar a falta de profissionais, etc.

O material pode ser gravado por câmeras amadoras ou celulares, com duração de no máximo 2 minutos e deve identificar o profissional, da mesma forma que fez o médico Jeancarlo Cavalcante (ver no link http://m.g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/01/por-falta-de-fio-de-aco-medico-fecha-cirurgia-toracica-com-nylon-no-rn.html ) , repercutindo em todo o país sua denúncia da falta de material para completar a cirurgia, no início do ano.

Vamos soltar voz para provar que os médicos já estão aqui, esperando por mais MEIOS para a Saúde! Participe desta campanha!

O material deve ser encaminhado para o contato@amb.org.br.

Enviado do meu BlackBerry® da TIM

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: