#CRISEnoSUS – PE – Médicos da UPA Caxangá pedem demissão conjunta

responsabilidades, condições de trabalho sucateadas. Essa é a realidade comum nos serviços públicos de saúde (SUS). Em algum momento, por uma tênue esperança, os médicos fazem greves e paralisações. Em um momento seguinte, morta qualquer esperança, pedem demissão. Em Pernambuco, o corpo clínico inteiro de uma UPA não aguentou mais. Pediu demissão coletiva. O serviço público de saúde é inóspito para os médicos. Cobranças excessivas, trabalho precário e salário não condizente contrastam com a importância do trabalho médico e com o tamanho da responsabilidade dos profissionais da Medicina.

Os médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, na Zona Oeste do Recife, se demitiram na última quarta-feira (16). Dos 25 profissionais da Unidade, 21 pediram demissão e cumprem aviso prévio. O motivo teria sido o anúncio de uma nova redução no quadro de médicos e a falta de insumos básicos para atendimento.

Fonte: Médicos da UPA Caxangá pedem demissão conjunta – Jornal do Commercio

Fonte: Telegrama Sindical: #CRISEnoSUS – PE – Médicos da UPA Caxangá pedem demissão conjunta

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: