Arquivos de tags: magistério

RIO GRANDE DO SUL: PROFESSORES EM GREVE CONTRA AJUSTE FISCAL QUE PREJUDICA EDUCAÇÃO

Pacote de medidas de ajuste neoliberal propostas pelo governador do Rio Grande do Sul prejudicarão professores e educação pública. “Pacote do governo contém medidas de ajuste fiscal e resultará em perdas importantes para o SUS e educação. O pacote é de caráter claramente neoliberal. É demonstra, mais uma vez, que sob as declarações toscas e a performance “casca grossa” do presidente, hoje a continuidade do “grande acordo nacional com Supremo e tudo” iniciado já no governo Temer (veja a Reforma Trabalhista). Todo mundo sabe que essas medidas, ao tirarem direitos e representatividade dos assalariados, causam perda de renda e aumentam a desigualdade. “O Plano Mais Brasil, proposta do governo de Jair Bolsonaro, traz um vasto conjunto de medidas divididas em três PECs (Propostas de Emenda à Constituição): PEC do pacto federativo; PEC emergencial; PEC dos fundos públicos, todas com a lógica de desvincular, desobrigar e desindexar o orçamento.” 
https://sindicatoexpresso.blogspot.com/2019/11/rio-grande-do-sul-professores-em-greve.html

Alagoas: protesto contra governo estadual que quer excluir aposentados do PCCS

  • Protesto fecha Porto de Maceió

    Por: ELISA AZEVEDO – REPÓRTER

    O Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Alagoas (Sinteal) realizou assembleia geral, ontem, no Clube Fênix Alagoano, no Centro de Maceió, para reafirmar a mobilização pela aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídio (PCCS) do magistério. A presidente do Sinteal, Maria Consuelo Correia, chegou a afirmar que o governo do Estado era autoritário e ditador.

    A principal discussão ainda é sobre o ingresso dos aposentados no PCCS do magistério. “Acho engraçado que o secretário [da Educação – Adriano Soares] aponta os aposentados como pessoas inativas. Os aposentados estão vivíssimos na luta. Inativos, uma conversa”, indignou-se a presidente do Sinteal.

    Segundo Consuelo, o secretário Adriano Soares teria informado na audiência com representantes do governo estadual, na última terça-feira (27), que os aposentados são vistos com carinho pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte. “Carinho? E carinho enche barriga? Qual é o valor dado a estes trabalhadores?”, questionou. De acordo com ela, o governo teria alegado não dispor de verba para pagar os aposentados, já que eles possuem um número maior quando comparados aos servidores ativos.


  • http://gazetaweb.globo.com/gazetadealagoas/noticia.php?c=213544

    GREVE DOS PROFESSORES MINEIROS – NÃO FALTAM MOTIVOS.

    O Piso é lei. Faça Valer! Sob esse lema os professores públicos de Minas Gerais estão em greve. Dia 16/9 será realizada uma grande Assembléia do magistério mineiro, no dia nacional de mobilização pelo piso nacional profissional. A greve alcança uma dimensão apreciável, embora deficientemente coberta pela mídia mineira, mais interessada em divulgar boas notícias do Governo de Aécio. A greve do professorado mineiro coloca em questão, diante da opinião pública sitiada, a verdade sobre as profundas deficiências do Governo de Aécio Neves Cunha e seus aliados e aios. A reivindicação poderia ser considerada humilde, apenas a aplicação no Estado do piso salarial nacional aprovado no Congresso. Mas, para a área de Educação e seguridade social – saúde e previdência – o Governo do Estado mostra sua cara neoliberal. Não sabe valorizar nem reconhecer. Eles pensam como se esses bens necessários em uma sociedade civilizada fossem apenas penduricalhos do Governo, indesejáveis. Gostariam de privatizar tudo isso, se possível fosse.


    Nos países desenvolvidos ou os chamados emergentes, há uma clara percepção de seus líderes da importância da Educação e do conhecimento para a construção de um futuro melhor para as nações e para as pessoas. Não haverá garantia de estabilidade e progresso econômico, nessa sociedade do conhecimento, para nações que negligenciam a educação. E isso, no Brasil, é uma denúncia e um alerta. Tem que ser debitado na conta de nossos governantes pelas gerações futuras.

    O Brasil ficou em último lugar dos 33 países analisados pela tabela sobre investimentos por aluno, elaborada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. O país tem 1.000 euros (aproximadamente R$ 2.439) investidos anualmente por estudante.

    Em primeiro lugar aparecem os Estados Unidos, com 9.000 euros (cerca de R$ 21.956), seguidos pela Suíça, Noruega, Áustria, Dinamarca e Suécia, com valores que variam entre 8.500 e 6.450 euros (entre R$ 20.736 e R$ 15.735).
    Esses dados estão na página http://www.sidneyrezende.com/noticia/18189 .


    Nos gastos em educação a valorização do Magistério assume um lugar especial. Qualquer especialista em gestão de pessoas ou políticas de recursos humanos sabe dizer que uma boa remuneração permite a valorização dos trabalhadores e a captação de pessoas cada vez mais capazes e preparadas para aquela função. Prova disso é que as carreiras mais disputadas pelo mercado percebem salários melhores. Ilusão pensar que isso não afeta os PCCS do serviço público. O governo federal deu um pequeno passo para a correção da brutal distorção nacional do salário do magistério com o piso salarial nacional. Passo pequeno e importante, mas que não coloca os nossos mestres em patamares dignos, onde ficam os auditores fiscais, magistrados e procuradores.


    O piso salarial nacional para o magistério foi defendido, com riqueza de argumentos, durante sua tramitação na Câmara. Podemos ler isso na página http://www2.camara.gov.br/comissoes/blog-da-comissao-de-educacao-e-cultura/em-defesa-do-piso-salarial-nacional-do-magisterio/blogView .


    Igualmente interessantes, na argumentação da regulamentação de um piso salarial nacional para o magistério foram as avaliações da CNTE, que podem ser lidas nas páginas:
    http://www.cut.org.br/site/start.cut?infoid=14020&sid=6
    http://www.campanhaeducacao.org.br/PL619_piso_analiseCNTE.pdf


    Se houvesse boa fé e juízo no Governo e na sociedade das Minas Gerais, os atuais hóspedes do poder não poupariam esforços para atender ao pleito do magistério mineiro.

    Technorati Tags: , , , , , ,