Arquivos de tags: saúde pública em crise

#CRISEnoSUS – Médicos do Hospital Centenário, em São Leopoldo, decidem manter greve

Uma crise que se repete em todo o Brasil. Aqui postamos retratos dessa crise, para que sejam sempre lembradas e relembradas. Quando o governo quer desinformar, propagandeando uma falsa imagem da realidade atual do SUS, compete-nos exibir fatos, que desmerecem a propaganda oficial e fazem surpreender o Ministério da Saúde em flagrante mentira. 

Aqui mais um caso. Sem salário e sem reajuste médicos de hospital em São Leopoldo, RS, mantém greve. 

Matéria completa em:

G1 – Médicos do Hospital Centenário decidem manter greve no RS – notícias em Rio Grande do Sul

Sindicato Expresso: #CRISEnoSUS – Médicos do Hospital Centenário, em São Leopoldo, decidem manter greve.

 

Apesar do fim da greve dos servidores públicos de São Leopoldo, no Vale do Sinos, os médicos do Hospital Centenário decidiram na noite de terça-feira (11) que vão manter a paralisação que começou ainda em junho. Os motivos que levaram ao ato foram o atraso no pagamento dos salários, a indefinição sobre reajuste, a falta de médicos e a estrutura para atendimento. A decisão foi tomada em assembleia do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers).

O Simers e a Associação dos Médicos do Centenário (AMHCE) dizem que vão buscar uma agenda com o prefeito Anibal Moacir e apresentar uma proposta. A administração do Hospital Centenário afirmou ao G1 que está fazendo um levantamento da paralisação dos médicos nesta quarta (12). Segundo a instituição, o atendimento estava ocorrendo normalmente e ao menos 30% da categoria trabalhará para manter o serviço essencial.

Na última segunda (10), a categoria, ligada ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, decidiu encerrar a mobolização depois que a Prefeitura de de São Leopoldo sinalizou que abonaria os dias parados. Foi aprovado ainda o índice de 8,42% de reajuste salarial. Na semana passada, os professores municipais também terminaram com a greve da categoria, que durou mais de dois meses.

Médicos do SUS no Espírito Santo vão parar contra descaso no sistema público de saúde

Paralisação acontece nesta terça-feira (24), em todo o Estado.
Cerca de seis mil médicos devem parar as atividades.

Mayra Bandeira

Do G1 ES

Tweet

Cerca de 90 mil atendimentos feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo estarão suspensos nesta terça-feira (25), devido à paralisação dos médicos que atuam junto ao SUS, segundo o Sindicato dos Médicos do ES (Simes). Procedimentos como cirurgias eletivas, consultas e diagnósticos, deixarão de ser feitos por 24h em todo o Estado. Estão garantidos apenas atedimentos de urgência e emergência.
http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2011/10/medicos-paralisam-atendimentos-feitos-pelo-sus-por-24h-no-es.html